Promoções até 31 de Dezembro
Envios grátis em compras superiores a 90€
Pague em 3x prestações com Klarna
LBFT6381

Etson Barros, do Benfica, e Mariana Machado, do Sporting de Braga, sagraram-se hoje, 18 de março, em Avis, campeões nacionais de corta-mato curto, numa competição coletiva ganha, em masculinos, pelo Benfica e, em femininos, pelo Feirense.

Mariana Machado sagrou-se campeã nacional de corta-mato curto nesta que foi a sua quarta vitória em quatro participações nesta competição que não recebia a atleta do Braga desde 2020 (em 2021 não se realizou). A campeã no ano passado, Neide Dias, do Feirense, classificou-se este ano na segunda posição, seguida pela sua colega de equipa Solange Jesus, que foi terceira classificada no ano passado.

ETSON BARROS E MARIANA MACHADO CAMPEÕES NACIONAIS DE CORTA-MATO CURTO Ana dias

Mariana Machado assumiu a dianteira na última volta imprimindo um ritmo rápido à prova, que não permitiu a Neide Dias defender o título conquistado no ano passado, terminado a primeira em 12m41s os 4 km de percurso, com a segunda a precisar de mais 10 segundos para chegar à meta. Depois de uma prestação nos europeus de pista coberta que “não correu como desejava”, Mariana Machado conquistou com esta vitória a confiança para entrar mais forte na época de ar livre.

ETSON BARROS E MARIANA MACHADO CAMPEÕES NACIONAIS DE CORTA-MATO CURTO Ana dias

“Esta é uma prova que me é muito querida, que tem acompanhado o meu crescimento enquanto atleta, infelizmente no ano passado não pude participar, mas estou muito feliz por estar de volta e por voltar a vencer. A minha participação nos europeus de pista coberta não correu como queria, mas estes momentos menos bons fazem parte. Preciso de competir mais a nível internacional e por isso agora vou trabalhar para bater os meus recordes nos 1500 metros e nos 3000 metros e, quem sabe, estar presente nos mundiais”, disse a atleta do Braga no final da sua prestação.

Do lado masculino, Etson Barros, do Benfica, segundo classificado no ano passado, não deu hipótese à concorrência e venceu destacado com a marca de 10m41s, renovando também o título sub-23 conquistado em 2022. Na segunda posição classificaram-se, respetivamente, Miguel Moreira, do Benfica, e Samuel Freire, do Vitória Futebol Clube, este último vencedor no ano passado.

ETSON BARROS E MARIANA MACHADO CAMPEÕES NACIONAIS DE CORTA-MATO CURTO Ana dias

“O percurso era bastante duro, mas senti-me bem e nos últimos 700 metros avancei e só parei na meta, conseguindo assim a vitória também em absolutos, depois do segundo lugar do ano passado”, refletiu Etson Barros, no final. O atleta do Benfica, que este ano já conquistou, por exemplo, uma medalha de prata nos europeus de sub-23 e se sagrou campeão de Portugal de 1500 metros e campeão nacional de esperanças nos 1500 e 3000 metros, partilhou que está focado na época de ar livre em melhorar as sua marcas e nos objetivos do clube. “Quero contribuir para a vitória do Benfica nos nacionais de clubes em pista ao ar livre e, individualmente melhorar as minhas marcas e trabalhar para o ouro nos europeus de sub-23. Já tenho uma medalha de bronze e uma de prata nos europeus. Só falta mesmo a de ouro”.

Coletivamente, sagrou-se campeã, em masculinos, a equipa do Benfica, seguida pelo Braga e pelo CAS, na segunda e terceira posições, respetivamente. No setor feminino, venceu o Feirense, seguido pelo Águeda e pelo Sporting Clube de Barga, respetivamente no segundo e terceiro lugar.

Em sub-23, além do campeão Etson Barros, subiram ao pódio, na segunda e terceira posições, respetivamente, João Amaro, do Benfica, e João Pais, do CAS. Do lado feminino, sagrou-se campeã Tatiana Moura, da ADNO, com o tempo de 12m53s. Na segunda e terceira posição, respetivamente, classificaram-se Ana Marinho, do CDSSC, e Bárbara Neiva, do Benfica.

Beatriz Azevedo, do Sporting, sagrou-se campeã nacional sub-20, cumprindo o percurso em 13m40s, seguida, na segunda posição, por Rita Costa, do Benfica, e, na terceira posição, por Margarida Oliveira, do Feirense. Do lado masculino, venceu André Barbosa, do Leixões, em 11m15s, seguido por João Pedro Santos, do Sporting, na segunda posição, e por Lourenço Rodrigues, da Juventude Ilha Verde, em terceiro lugar.

Coletivamente, do lado feminino, venceu a União Desportiva da Várzea, seguida pelo ADCCJC, no segundo lugar, e pelo Gondomarense, na terceira posição. No setor masculino, a vitória sorriu ao Sporting Clube de Portugal, com o Leixões a subir ao segundo lugar do pódio e a Escola de Atletismo Rosa Oliveira, ao terceiro.

ETSON BARROS E MARIANA MACHADO CAMPEÕES NACIONAIS DE CORTA-MATO CURTO Ana dias

Lara Costa, da União Desportiva da Várzea, venceu em sub-18 femininos, demorando 9m40s a cumprir o percurso de 3 km. A sua colega de equipa, Lara Machado, terminou na segunda posição e fechou o pódio Carolina Correia, do Sporting. Do lado masculino sagrou-se campeão sub-18 João Rodrigues, do Benfica, com o tempo de 8m29s. Em segundo lugar classificou-se Tiago Machado, do Clube Pedro Pessoa, e, em terceiro, Manuel Santos, do Gira-Sol.

ETSON BARROS E MARIANA MACHADO CAMPEÕES NACIONAIS DE CORTA-MATO CURTO Ana dias

Coletivamente, do lado feminino, venceu a União Desportiva da Várzea, seguida pela equipa do Sporting Clube de Portugal, em segundo, e pelo Clube de Futebol Oliveira do Douro, na terceira posição. Do lado masculino, ao lugar mais alto do pódio subiu o Núcleo de Oeiras, na segunda posição classificou-se o Sporting Clube de Portugal e em terceiro lugar ficou a União de Tomar.

Esta competição foi uma organização conjunta da Federação Portuguesa de Atletismo com a Associação de Atletismo de Portalegre e com o Município de Avis, que, nas palavras do vice-presidente da FPA, Paulo Bernardo, “funcionou muito bem”. “É sempre bom quando podemos estar descansados quando partilhamos a organização de uma prova desta importância. E foi isso que aconteceu com a Associação de Atletismo de Portalegre e com o Município de Avis”, acrescentou. No que diz respeito à vertente competitiva, Paulo Bernardo admitiu que “o percurso foi concebido para ser desafiante, o que permitiu grandes prestações dos melhores atletas, como o Etson Barros e a Mariana Machado, que estiveram muito bem e estão de parabéns pelo que conseguiram hoje, mas também pela forma como elevam o nosso atletismo e contribuem para o seu reconhecimento internacional”.

ETSON BARROS E MARIANA MACHADO CAMPEÕES NACIONAIS DE CORTA-MATO CURTO Ana dias

O presidente da Câmara Municipal de Avis, Nuno Silva, mostrou-se também bastante satisfeito com esta parceria na organização dos Campeonatos Nacionais de Corta-Mato Curto. “Avis aposta no desporto e apesar das condições ideais para a prática de modalidades como a canoagem, por exemplo, recebendo seleções de todo o mundo, houve sempre um grande investimento no atletismo, particularmente no corta-mato, que tem grande tradição no concelho. Esta aposta é para continuar”, garantiu o autarca.

Etiquetas

Partilha :

Últimos Artigos